A importância do plano de estudos para ser aprovado

Tempo de leitura: 7 minutos

“A maioria das pessoas não planeja fracassar, fracassa por não planejar” (John L. Beckley)

Vamos aprender de uma vez por todas por que é tão importante criar e seguir um Plano de Estudos Estratégico?

A organização é um fator relevante para o sucesso em diversas áreas de nossas vidas. Desde os processos mais simples e cotidianos como lavar a louça até os mais complexos relacionados a procedimentos do trabalho, realizar as atividades de forma organizada nos ajuda em uma melhor execução e em um melhor aproveitamento do tempo disponível.

É por isso que falaremos do quão importante é, para os concurseiros, a realização de um plano de estudos. Ele é elucidativo para que cada um entenda o quanto e o que precisa estudar, de que forma esses estudos devem ser realizados e o mais importante: quanto tempo há disponível (ou não) para a realização dessas atividades.

Então, vamos dar algumas dicas para que você se organize melhor e tenha mais chance de sucesso nessa empreitada tão importante.

Leia o edital

Vivemos em um mundo muito corrido e estressante. Trabalhamos, estudamos, cuidamos da casa e família e ainda resolvemos nos tornar concurseiros dada a necessidade de se conseguir um emprego que traga a combinação tão desejada entre renda, estabilidade e segurança financeira.

Daí escolhemos a vaga desejada e vemos que o edital é um documento enorme. O que fazemos? Damos aquela lida por cima, apenas nos detalhes mais importantes, afinal tem muita informação e temos pouco tempo disponível. Certo? Errado!

O primeiro passo para a construção de um bom plano de estudos é justamente conhecer as regras do jogo e elas estão todas lá no edital.

Por isso, leia com calma todo o documento, pois é lá que você encontrará as matérias que deve estudar e isso será muito importante no planejamento que fará em seguida. Se possível, imprima esse material e marque as partes mais relevantes e importantes para consulta posterior.

Aqui no Visão & Foco nós fazemos esse “trabalho” para você. Lemos, interpretamos, extraímos, e criamos o chamado Edital Verticalizado.

Um arquivo com as principais informações do concurso, conteúdo programático verticalizado e ainda modelos de plano de estudos para as mais diversas realidades. Veja alguns prints abaixo:

Guia Informações

imagem da guia de informações, edital verticalizado para plano de estudos

Clique na imagem acima ou aqui para visualizar em maior resolução.

Guia Técnico Administrativo (Conteúdo Verticalizado):

Guia Técnico Administrativo (Conteúdo Verticalizado) para plano de estudos

Clique aqui para ver a imagem completa.

Guia Técnico – 4h com aula (Plano de Estudo):

Guia Técnico – 4h com aula para plano de estudos

Clique na imagem acima ou aqui para visualizar em alta resolução.

Seria impossível mostrar tudo aqui em único artigo, normalmente eu levo 1 hora na sessão de coaching e mentoria com as turmas ou individual explicando todo o arquivo e o plano de estudo.

Cada coachee do Visão & Foco pode escolher um concurso para que minha equipe e eu criemos todo o arquivo, estrutura, e estratégia de forma a facilitar a extração e interpretação do edital, e ainda já entregar “mastigado” o plano de estudos estratégico de acordo com sua rotina e individualidade. Incrível não é?

Para que você entenda ainda mais, segue vídeo sobre Edital Verticalizado:

Analise a sua rotina

Se você deseja ser um concurseiro de sucesso e ser aprovado ainda esse ano, entenda: além de fazer do estudo um hábito diário, terá que ter clareza quanto a sua rotina para então criar uma rotina de estudos compatível com esta.

Portanto, analise, pense e anote quantas horas você gasta trabalhando, indo à faculdade, a eventos sociais, com a família e outros.

Encontre dentro dessa rotina as horas disponíveis para realizar seus estudos (ou seja, as horas que “sobram” depois de todas tarefas obrigatórias) e crie um plano de estudos para ser cumprido nessas horas disponíveis.

Caso sua rotina seja muito intensa, e tenha pouco tempo disponível para o estudo. Estude sempre que “vagar” horários, e caso não “vague”, crie essas oportunidades de tempos vagos. Pode ser em parte do tempo do seu almoço, no trajeto de casa para o trabalho e vice-versa ou eliminando atividades supérfluas.

Entenda, não existe falta de tempo, na prática, existe o que é prioridade para você. Eu te pergunto, o quanto ser aprovado ainda esse ano é uma prioridade para você?

É importante que você tente ao máximo não sacrificar horas de sono, alimentação e descanso. Isso porque, se você não dormir bem ou deixar de se alimentar e hidratar, suas horas de estudo não serão bem aproveitadas.

Mas cá entre nós, houve um tempo que trabalhava 90 horas por semana, era militar de carreira da Marinha do Brasil, e muitas vezes tive que escolher entre dormir ou estudar.

Além disso, durante toda minha vida eu nunca vi pessoas que vieram de baixo (como eu vim) vencerem sem pagar o preço (seja de tempo, sono, ou até mesmo investimentos financeiros). A pergunta é: você está disposto a pagar o preço?

Veja esse vídeo curtinho sobre como planejar uma rotina de estudos:

Priorize as matérias mais importantes

Se você já fez a conta de horas disponíveis e já cortou todos os horários supérfluos da sua rotina, mas ainda assim está faltando tempo, isso significa que é necessário fazer uma priorização dentro do seu plano de estudos.

Estude mais as matérias com maior pontuação na prova ou aquelas em que você tenha mais dificuldade.

Se já é muito bom de matemática, por exemplo, foque nas matérias de humanas e tente um equilíbrio maior na pontuação geral; já se você é mais fera em língua portuguesa, talvez seja melhor focar em outra disciplina e assim por diante.

É claro que o ideal é estudar tudo, mas, como não se pode fabricar tempo, a priorização é uma boa saída para concurseiros sem muito tempo disponível.

Logo você pode ter um tempo menor para revisões, questões e manutenção do conteúdo das disciplinas que domina mais. E um tempo maior para as disciplinas que possui mais dificuldade.

Mas não esqueça de fazer simulados para sempre verificar de fato suas dificuldades. Aqui no Visão & Foco oriento a pelo menos fazer simulados mensalmente, e logo depois a atualização do plano de estudos.

Faça alterações se necessário

Pessoas são diferentes, têm formas diferentes de fazer as coisas e isso também acontece com o aprendizado. Por isso, você é a pessoa mais indicada para analisar se o seu plano de estudos está funcionando como deveria. Claro, testando na prática, analisando seus rendimentos. Não basta só “achar”, por isso é importante colocar o seu plano em teste, com simulados por disciplina ou geral.

Outro fator passível de mudanças é o horário ideal para se estudar. Se você acorda cedo e bem disposto, procure estudar nesse período; mas se você prefere a calma das noites e tem dificuldade para acordar cedo, então estude durante a noite ou até de madrugada, desde que esses sejam os horários mais confortáveis. Tenha clareza sobre qual momento do dia você é mais produtivo para estudar.

Estas dicas para a produção de um plano de estudos o ajudarão a se planejar e aumentarão sensivelmente as suas chances de sucesso, mas de nada adiantam as dicas se você não for uma pessoa disciplinada e seguir o plano que você mesmo determinou.

Quer ser aprovado em concurso público em menos de 01 ano? Clique no banner abaixo ou neste link e conheça mais sobre o curso de 7 semanas para acelerar sua aprovação.

A importância do plano de estudos para ser aprovado

8 Comentários


  1. Gabi, bom dia, Gostaria de lhe dizer que antes das suas dicas eu não acertava mais que 55% da prova. Fiquei muito feliz que após ver seus videos no Youtube, fiz uma prova no ultimo dia 25 e acertei 52 de 60 para uma vaga de Analista!! \°/ ..
    Espero ser um coachee seu (assim que arranjar dindin!)para avançar ainda mais nos estudos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *